sábado, 28 de fevereiro de 2009

Hipocrisias

Esta semana achei curioso toda a polémica sobre a apreensão de um livro em Braga pela PSP. Já vi comentários de todo o tipo e é um tema sempre infinito para discutir.
O que pode ser considerado pornográfico? O que pode ser considerado arte?
Depende sempre do ponto de vista de quem vê. Por acaso já tinha visto esse livro à venda numa livraria e acho sempre interessante ver as reacções a tal figura, o de uma mulher nua de pernas aberta e cujo título "A origem do mundo" é tão natural para muitas pessoas e tão escandaloso para tantas outras. É uma imagem muito realista, talvez seja isso que mexe com tanta gente. Mas fico sempre surpreendido com estes acontecimentos, pois todos os dias vejo nos quiosques revistas masculinas bem destacadas, o cinema comercial português aposta cada vez mais em cenas picantes e até as séries e novelas na televisão já piscam o olho para a marotice.
Em 2008, foi notícia a proibição por parte do Metropolitano de Londres, de colocar os cartazes a anunciar uma exposição de um pintor do século XVI no Royal Academy. O cartaz reproduzia um quadro do pintor Lucas Cranach, onde surge Vénus, a deusa romana do amor e da beleza. O facto de ser uma figura nua deixou os responsáveis a pensar como haveriam de resolver um problema de expor um cartaz que seria visto por milhões de pessoas, inclusive crianças que circulam no metro londrino. Mais uma vez, trata-se de pontos de vista. Ninguém duvida que seja uma obra de arte, mas só mostra que apesar de toda a informação disponível hoje em dia na Net, tanto por adultos como por crianças, haja ainda tanta polémica. Será falta de cultura? Acredito que por este caminho, todos poderemos ver imagens pornográficas no computador, mas não aceitaremos imagens de arte grega, romana ou da renascença que não estejam vestidas, em lugares públicos.
Qualquer dia o busto da República tem de ser coberto, pois ter uma mama à mostra nos parlamentos será um escândalo....

Foto: http://www.aboutmayfair.co.uk/

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Carnaval em Tavira

Passei o fim-de-semana de Carnaval em Tavira. Conheço pouco o Algarve. Gostei da localidade que mostra sinais de crescimento e embelezamento. É uma terra ainda genuína e sem grandes prédios. O rio Gilão passa pelo meio e obriga à passagem de diversas pontes à escolha. Existe uma ponte romana que foi recuperada e ficou apenas para trânsito pedonal e uma ponte "provisória" de 20 anos que serve para escoar o trânsito da antiga ponte romana.
Gostei da cidade, calma, relaxante (pelo menos agora, não sei como é no verão) e com alguns edificios históricos para serem visitados.
Fui ainda conhecer a ilha de Tavira e tive de apanhar este barquito que faz a ligação. Um areal enorme, um sol excelente e que deu para esquecer um pouco os dias de chuva.
Na volta, fui pelo interior alentejano e ainda passei pelas ruínas romanas de Milreu. Essa volta fica para contar outro dia.

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Máscaras de Veneza

Em fim-de-semana de Carnaval, lembrei-me das máscaras de Veneza. O Carnaval de Veneza é muito famoso pelo requinte e as vestes do século XVIII. Quando Giacomo Casanova saltitava de varanda em varanda à procura de damas de companhia.
Veneza é uma cidade mágica, cenário de filmes de acção e drama, mantém um ambiente teatral difícil de encontrar noutra cidade do mundo.
Tive sorte em passar lá uns dias e ficar surpreendido pela vida da cidade dentro de água e com barcos para todo o género de serviços.
Gostava de um dia conhecer o Carnaval de Veneza. Até lá, fica uma foto da montra de uma loja do que para mim significa o ambiente teatral da cidade. À noite o silêncio dá a sensação de qualquer coisa de espectáculo irá acontecer. Cenário magnifico para uma visita pelas ruas e ruelas desta cidade centenária.
Este sábado leia algumas sugestões do Fugas.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

T1 para ave em viagem

Este domingo pendurei na minha varanda uma pequena casa para pássaros. Não tenho nenhum, mas lembrei-me de comprar uma e experimentar ver se algum aparece vindo de alguma viagem mais longa ou mais curta.
A casinha é uma caixa com uma tampa, um buraco de entrada e um pauzinho para fazer de alpendre nos dias bonitos.
Pode até nem aparecer nenhum, mas deu-me um certo gozo colocar a casa mesmo no canto. Dá um ambiente campestre à varanda.
Agora que os dias de sol vão chegando e já se vão encontrando algumas andorinhas, alguma poderá passar por ali e aproveitar. Não comprei comida, penso que nos tempos que correm, uma casa abrigada do vento e da chuva é chamariz suficiente.
Saberá o pássaro do que se trata? Será como nós quando visitamos as casas. Se lhe agradar, fica.
A ver se algum aparece, se não, também não é problema nenhum. A casa fica bonita naquele canto junto ao tecto.
No verão passado, um bem bonito veio ter à minha varanda e cantava bem. Se todos chilrearem entre eles, o lugar poderá ficar conhecido. Os gatos mais próximos ficam num quintal de frente e são uns oito, mas garanto segurança.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Dia Oficial para Namorar!

No próximo sábado, 14 de Fevereiro, é o dia de São Valentim, mais conhecido como o dia dos namorados. Mais um dia oficial para o comércio poder enfeitar as lojas e conseguir vender mais uns postais e umas almofadas em forma de coração.
Eu não ligo muito a este dia. Prefiro ir contra-corrente e oferecer o que me vai na alma, noutros dias do ano.
Quando andava na faculdade, ao pé existia uma florista que neste dia tinha uma fila de homens à espera de comprar o desejado ramo de flores. Desejado por obrigação, porque bem pensado não iriam em rebanho comprar ao final do dia. Outro aspecto é o de jantar nesse dia. É só casais e acaba por ser um ambiente estranho. Parece que muitos já estão desabituados destas coisas e acabam por ter uma refeição muito aborrecida. E alguns locais que fazem umas sangrias especiais, uma sobremesa diferente em forma de coração e uns menus muito românticos.
As clássicas reportagens com entrevistas às pessoas que namoram, aos mais velhos que ainda dizem namorar. Acaba por ser um dia diferente.
Quando é um dia de semana, o casal acaba por só se encontrar ao almoço ou ao final do dia, mas este ano é num sábado e vai haver muito homem que não terá paciência para um dia inteiro.
Vi no Expresso, uma notícia sobre um casal de namorados que ganhou o Euromilhões em 2007 e ainda estão a discutir pelos 15 milhões. Entretanto separaram-se e o caso foi para tribunal. Neste aspecto, o dinheiro arruína mesmo qualquer namoro juvenil. Os pais também entraram nas decisões e agora o cenário ficou mesmo feio. Para este casal, o dia dos namorados vai ser bem diferente. Não tivessem ganho o prémio ainda estariam juntos?
Namorem todos os dias, que o 14 de Fevereiro é o namoro do comércio aos consumidores.
A belíssima ilustração é do desenhador Enki Bilal.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

De mochila às costas

Já ando com saudades de andar com a mochila às costas.
Este Inverno tem sido chuvoso e não tem dado para grandes passeios. Uns dias de sol para umas caminhadas pelos campo...

Via hoje esta foto que tirei em Itália na estação de Florença enquanto esperava pelo comboio para Veneza. Almocei ali com 4 mexicanos ao lado. O calor era bastante (Florença parece um forno no Verão) e mal sabia eu, que no comboio não iria estar mais fresco.
Mas a sensação de viagem, de conhecer o mundo... Estou à espera de dias mais solarengos e uns dias de férias para voltar às viagens. Enquanto isso, vou lendo e escrevendo sobre outras...

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Vicky Cristina Barcelona

Outro dia fui ver o último filme do Woody Allen. Há filmes que vejo e gosto sempre de fazer um comentário. Coloquei um no Cinecartaz do Público, porque acho que é um espaço que mantém alguma dignidade nos comentários feitos.
Até me arrepiavam alguns comentários feitos em sites sobre um filme como "O crime do padre amaro" e as "qualidades artísticas" da Soraia Chaves. Neste espaço, gosto de ler os comentários que mantêm um nível de alguma inteligência.
Recomendo o filme, não por ser dos melhores da carreira do realizador, mas levantar questões sobre as relações que são complicadas, e acima de tudo são reais, tal como a vida que é um conjunto de acasos, de histórias estranhas, de situações bizarras e quem sabe alguém reconhecerá em si algumas das personagens.
Gostei imenso da casa do pintor. Essa, sim, não parece real.

Cartoon foi tirado daqui.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Cybook, agora em Portugal.

Já está disponível em Portugal, o primeiro leitor digital de livros, o Cybook da empresa bookeen. O produto é distribuído pela empresa PIXmania, conforme noticiou a RTP.
Assim chega ao mercado nacional, um aparelho que está a procurar espaço no mercado livreiro. A Amazon já disponibiliza o kindle e este poderá ser um dos caminhos do futuro da literatura e das publicações.
A ver se dá jeito ler livros num ecrân. Pelo menos em termos de livros técnicos irá ser muito bom não ter de andar carregado com todos os livros que se necessita de consultar em trabalhos.
Eu que utilizo constantemente a leituras de códigos fiscais pela Net, vejo grandes possibilidades em termos de leituras de consulta e de publicações diárias.
Quanto à Literatura, prefiro ter o livro na mão e folhear à minha velocidade.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Continua a chover... Vamos dançar!

A chuva não pára e não podemos ficar tristes por isso. Lembrei-me de colocar esta cena do filme "Singing in the rain", um musical dos anos 50 com Gene Kelly. Continua a chover e nós vamos dançar...