quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Flauta de Rão

Saiu mais um álbum do Rão Kyao. Vi-o numa entrevista do programa "Bairro Alto" na RTP2 e procurei por temas antigos na Net. Coloquei este, porque me lembro do teledisco (ainda se chama assim?) e no final dos anos 80 era muito à frente. As imagens do flautista a pensar que estava em forma e o puxar do exotismo da Índia. Aqui é natural, porque o tema é de semente indiana.

Gosto do tema. Evoca as viagens e o Oriente. Gosto muito mais de um tema desta altura chamado "Travessia" que também se enquadra muito bem numa banda sonora de viagens.

Sobre o novo álbum é o regresso ao êxito que teve com Fado bailado, na altura em saxofone. Tocar clássicos do fado em flauta fica muito bem, mas está no fio de se tornar música de elevador. Com sensibilidade e experiência, o Rão deve conseguir apresentar um bom trabalho.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Farmville - Agricultura com os amigos

Desde que entrei para o Facebook tenho visto montes de peditórios, ser fã de tudo e diversas aplicações para saber que já fui César, sou um realizador como...
Há uns tempos surgiu o Farmville e tem sido uma loucura. Penso que neste momento tenho uns 60 gifts dos meus vizinhos e tenho de arranjar tempo para cultivar a horta. Poucas vezes vou lá e felizmente tenho vizinhos que me amanham o terreno. Há muito que não via um vício apanhar tanta gente. Facilita os contactos entre amigos e dá tema para conversas e piadas.
Bem, vou ver se trato das 2 ovelhas que precisam de tosquia...

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Capas dos Livros

Cada vez gosto mais das capas dos livros. Há uma preocupação cada vez maior com o design e a estética das obras literárias. Quando vamos a uma livraria, no meio de tantos, há alguns que saltam à vista, que apelam ao nosso impulso de leitura. A capa é a primeira impressão e quando o miolo acompanha em qualidade, a compra é quase garantida.

Lembrei-me deste assunto depois de ter visto o top das piores (algumas) capas de sempre em Portugal. Podem votar no blog da Livraria Pó dos Livros, que recomendo.
A primeira capa é de um livro de David Byrne que será editada pela Quetzal em 2010. A segunda é de um livro do Dinis Machado, "Dennis Mcshade" para a literatura policial.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Vamos aprender a escrever e-mails com a Maitê

Mais uma achega para ajudar nas relações Portugal-Brasil. Sabemos tanto deles como eles de nós. Mas acho que nós sabemos mais à conta das novelas.

No Youtube está um video da actriz/escritora Maitê Proença que aproveitou a estadia no nosso país para fazer uns filmezinhos sobre curiosidades de Portugal e mostrar aos compatriotas do programa feminino "Saia justa". Goza um pouco connosco, mas os brasileiros adoram gozar com o nosso país. O facto de confundirmos o Tejo com o mar, mas os dois estão logo ali, a arquitectura dos jerónimos que é do rei D. Manuel. Os que eles adoram dizer Manuel.

A gaffe maior partiu da parte dela quando falou sobre a impossibilidade de enviar e-mails quando estava hospedada num hotel e não havia técnico informático para a acudir. Mas as amigas do "Saia justa" receberam um mail a dizer que ela não conseguia enviar. Foi uma gaffe que ela justifica com o facto de estar no nosso país. A coisa mais estúpida fui cuspir junto de uma fonte. Se procurava imitar a fonte, mais valia ter bebido alguma água e lavado a língua das coisas parvas que dizia. Enfim, diferenças culturais. Também sei que em Portugal os brasileiros são vistos como malandros e as mulheres, bem pior, mas não podemos definir um povo inteiro por alguns exemplares.

Não levei a mal, a intenção era boa, pena que não tenha humor nenhum.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Cansado das eleições.

Farto, farto de campanha! Felizmente que é o último dia. Já não posso com a distribuição de panfletos diáriamente. Os cartazes iguais de todos os partidos. Foram todos feitos pelas mesmas agências de comunicação? O formato repete-se sempre com o candidato a presidente de câmara ao lado do candidato à assembleia municipal ou a versão lado-a-lado com o candidato a presidente da junta. Trabalho ao pé de uma sede de campanha da CDU. Por estes dias oiço a música da campanha deles a toda a hora. Já tenho a música na cabeça constantemente.
Qual o objectivo disto tudo? Vencer-nos por exaustão?
Eu não escolho por oferta de uma caneta ou por um panfleto com textos enormes carregados de clichés e slogans gastos. Puxem pela imaginação. Cativem o eleitor de uma maneira inteligente e didática.
No fim, acabamos por escolhê-los pela cara ou pela postura. Uns de fato e gravata e outros de pólo e jeans. Qual deles o mais profissional? Qual o mais simpático?
A partir de segunda já não aturo mais hinos. Agora só em 2011...

sábado, 3 de outubro de 2009

Rio de Janeiro 2016

Eram 4 que se torciam para ganhar, mas foi o Rio o vencedor.
Ontem, o Rio de Janeiro tornou-se a primeira cidade da América do sul a conseguir realizar as Olímpiadas de 2016. Parece ficção-científica, mas foi a melhor candidatura para o Comité Olímpico. A cidade de Chicago foi a maior perdedora mesmo com o apoio do Obama. Nem à final chegaram, que a decisão ficou-se pelo vencedor e Madrid.
Madrid seria uma excelente hipótese, até para a economia portuguesa, mas o vencedor justo é mesmo o Rio de Janeiro que apresenta um vídeo promocional bem bonito e ritmado.
Quem quiser ver o futuro e visualizar o projecto pode ir ao site oficial.

Quanto aos logotipos:
Toquio - o mais feio. Parece o canto de uma moldura ou um nó. As cores parecem de um tecido descosido.
Chicago - Típico. Gasto e parece o símbolo de Los Angeles 1984, com a estrela.
Rio de Janeiro - O coração é uma boa ideia, mas não gosto da combinação das cores. Ainda mudarão algumas coisas. Veremos como sairá a mascote.
Madrid - O melhor. Gosto das cores e da mão a mostrar os 5 continentes e símbolo de saudação. Com o M a surgir no centro. Fica para 2020.