segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Coros de Natal


Na quadra de Natal gosto muito de ouvir os grupos corais nas igrejas. As belas vozes a ecoar naqueles espaços é maravilhoso.


Este ano consegui passar na Igreja Paroquial de Santo André e pela Igreja de Palhais, ambas no Barreiro. No sábado, o grupo coral TAB e o coro BVoice. No domingo pude ouvir o Coral do IPMA, o grupo coral dos Ferroviários e o grupo da Escola de Artes Torreense da Torre da Marinha (Seixal).


Num mundo cada vez mais confuso e cheio de barulho informativo. Haja oportunidade para estes momentos de apreciação do que é Belo.
A todos boas festas e um Bom Ano Novo 2019! 

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Lisboa que vai mudando XII


Quase um ano depois, volto a desenhar os números 16C e D da Rua de Santa Marta.
No espaço em que esteve uma frutaria agora é a pizzeria Misura. A loja de estética ao lado fechou e ainda não há sinais de novo negócio.
Já fui experimentar umas fatias de pizza. A casa ficou totalmente diferente do que era. As pessoas que nos atendem são muito simpáticas. As mesas são de pé alto e o forno fica ao fundo. A montra para a rua faz muita gente virar a cabeça e olhar para as iguarias italianas.
Remodelação é um projecto de aquitectura da Darq2.

Em baixo, o desenho feito em 2017.


sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Lisboa que vai mudando XI


Novidades na rua onde trabalho. Na antiga sapataria Caciano abriu uma "Luggage Storage" destinada a guardar as malas dos turistas em cacifos e também comprar uma pequena lembrança. A renda da loja é alta e não sei se o negócio dá para pagar as despesas, mas enquanto houver turistas, há lucros.
No número 128 da rua de São José, onde havia sido uma loja de antiquidades e uns tempos antes um cabeleireiro, o espaço foi renovado e agora é um espaço para aluguer de bicicletas e scooters vintage. Ficou bem bonito e as motos são lindas. Apetece alugar uma. 

Abaixo coloco o desenho feito em Janeiro quando a sapataria estava em liquidação e o senhor Caciano já tinha ido para um Lar.


segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Take Away no Restaurante Chinês


De vez em quando vou ao restaurante chinês Xin Yun, que fica no meu bairro, buscar refeições. É um espaço que se manteve apesar da quebra há uns anos deste tipo de comida. O Sushi japonês elevou o nível e muitos restaurantes chineses acabaram por fechar.
Quando lá vou acabo por ficar na conversa com o Sr. Chen. Ele tem a minha idade e aprendeu a falar português como auto-didacta. Pergunta sempre pelos meus desenhos e explico como/onde são feitos. Numa das últimas idas esperei um pouco mais, a casa estava cheia e acabei por desenhar o ambiente da sala.
Ainda desenhei noutra ocasião um quadro que lá está e procurei desenhar os caracteres chineses. O Sr. Chen corrigiu apenas um detalhe, mas disse-me que estavam muito bem. É sempre um prazer lá voltar para falar com ele. 


segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Lisboa que vai mudando X


Perto de onde trabalho, entre a Rua de S. Marta e a Rua Rodrigues Sampaio está a crescer um edifício que deverá estar pronto nos próximos meses. Trabalho aqui há 10 anos e habituei-me a ver este espaço vazio, de um edifício antigo de 3 andares. Esse espaço era utilizado como estacionamento não oficial. Em 2011, o artista espanhol Aryz pintou um dos mais alto murais de Lisboa na parede do prédio ao lado, nesta esquina. Um belo desenho que fascina quem passa e pôe muitos turistas a tirar fotos. Este ano começaram as obras para a contrução de um edifício de igual altura e que irá cobrir esta obra. Para memória futura, aqui fica um registo antes que desapareça atrás de um outro hotel. Em frente, o edifício do antigo Montepio está a ser finalizado como Hotel.

Mais visitadas...