sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

Uma velha tradição - Postais de Natal.


 Este ano, diferente em todos os aspectos, decidi retomar uma tradição que havia deixado há uns anos. Voltei a desenhar postais de Natal para enviar à família.

Soube bem desenhá-los, junto com os pequenos, que assim aproveitaram uma tarde em confinamento para dar asas à criatividade. Pintámos um conjunto de 20 postais, de um bloco que se vende nas lojas Flying Tiger e que é relativamente barato.

O mais difícil foi encontrar os selos e uma agenda onde tivesse as moradas. Habituámo-nos a escrver emails ou enviar imagens via whatsapp e depois quando é para enviar objectos físicos andamos à procura dos endereços. E onde encontrar selos de correio? Lá encontrei uma papelaria que vende folhas de selos de blocos que os CTT vendem em 50 unidades.


Agora é só enviar para chegarem antes do Natal e quem sabe ficarem ao lado de um presépio. Recuperemos esta tradição. E sabe bem desenhá-los!

terça-feira, 16 de junho de 2020

Cronologia de uma pandemia


A evolução da pandemia em registos no diário-gráfico, desde os 2 primeiros caso em Portugal, passando pelo Estado de Emergência e desconfinando lentamente pelo Verão.










quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Sexta-feira ao final da tarde


Em fevereiro temos menos frio e um céu lindo ao final da tarde. Para quem como eu tem oportunidade de atravessar o Tejo e poder apreciar as cores, rosadas ou alaranjadas do céu, é um belo espectáculo.
No barco, as pessoas enganam o tempo com jogos no telemóvel ou consulta de novidades, enquanto eu observo o ambiente e registo em caderno. Neste desenho, chamou-me a atenção de uma senhora encostada ao poste que só queria descansar e fechar os olhos por minutos. Um descanso ao final de uma semana de trabalho.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

Primeira publicação de 2020


Por vezes esqueço do meu blog. 
Ainda fará sentido publicar num blog quando temos Facebook e Instagram para publicações rápidas e textos concisos? 
Acho que ainda faz sentido. Este é um espaço para relexão, histórias mais longas e textos mais apurados. Permite escrever com mais atenção e ser um espaço para comentar assuntos mais intemporais ou importantes para a sociedade.

Por isso, continuarei a publicar. Mantenham os vossos blogues!

Desenho de uma travessia de ferry entre Lisboa e o Barreiro. Junto ao bar, espaço para conversas rápidas e umas minis para alguns mais sedentos.
Bom Ano 2020!

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

(a)Riscar o Património 2019



Mais uma edição do (a)Riscar o Património e o Barreiro também integrou a lista de cidades deste evento nacional dentro do programa das Jornadas Europeias do Património.
A convite do António Camarão, os Urban Sketchers Barreiro organizaram um encontro de desenho junto ao passadiços e moinhos de Alburrica.
O António Camarão explicou-nos, no Moinho de Maré Pequeno, a história deste património que vai sendo recuperado pela Câmara.



Pude ver o moinho de vento por dentro com a explicação e história pela Rosário Gil. Está muito bem recuperado e funciona. Com humor e boa disposição, foi um momento muito agradável para ouvir e desenhar.



O ambiente no grupo de desenho era excelente com uma bela tarde de sol. Até lhe chamaram o resort do Barreiro. A paisagem do Tejo e vista para a antiga estação ferroviária.




Ainda fiz mais um desenho do ambiente de feira junto ao moinho. E uma foto final do grupo. A repetir brevemente.

 

Mais visitadas...