11 de Fevereiro

Na passada sexta-feira, pudémos assistir a um "25 de Abril" no Egipto. Após 18 dias de protestos, o presidente Mubarak resignou e providenciou uma abertura democrática em 30 anos de poder.
Foi muito interessante acompanhar a emoção das pessoas que estiveram na Praça Tahrir e saborearam um pouco da utopia. Já sabemos que muita coisa se processa nos bastidores da diplomacia, mas é poético ver como uma multidão reage em união.
As televisões buscam essa emoção e os telespectadores querem ver isso como num filme. Quanto mais longe os países, mais bonitas se tornam as cenas. É mais preocupante quando se trata de um país vizinho.


Infelizmente esta emoção de estar a viver uma utopia dura pouco tempo. Depois é voltar à realidade, às perseguições de quem estava a favor do governo, de próximos governos fracos e muitas reacções. Mas vale a pena mudar um pouco. Novas ideias, novas formas de governo.

Por cá, tivémos uma semana de greves e na sexta tive de me socorrer dos barcos do Seixal. Foi um passeio diferente e voltei aos desenhos. Este desenho é anterior e suspeito que a rapariga deu conta que estava a ser desenhada. A pose dela era um pouco estudada.

Comentários

hfm disse…
Simpática modelo! Belas cores. Belo texto.
JASG disse…
Se for para termos mais desenhos, que venham mais greves (excelente o pormenor do sobreado das calças)