Moinho de Maré de Palhais

Nos últimos tempos tenho lido alguns textos sobre a história e o património do concelho do Barreiro. Especialmente com a criação da Rota do trabalho e da indústria, procuro conhecer um pouco do rico e abandonado património barreirense.

Gosto especialmente do papel que o esteiro de Coina e a zona da Telha Velha tiveram nos Descobrimentos. Utilizados durante o inverno para a reparação de naus.
Para as viagens faziam o conhecido biscoito e foram construídos alguns moinhos de maré para moer os cereais.


Este é o moinho de maré de Palhais que data do século XV e encontra-se bem degradado. Aproveitei o domingo ao final da tarde, enquanto a pequena dormia no carro para desenhar um pouco junto ao Tejo e observando a estrutura do moinho. Espero que um dia consigam aproveitar a potencialidade historica do concelho.

Comentários

Filipe Almeida disse…
Gostei do desenho Henrique. Também tenho um fraquinho por ruínas e pelo que as zonas já foram em tempos. Apesar de não as conhecer há sempre um sentimento de nostalgia que me invade.