Casa-Museu Júlio Pomar


Uma boa surpresa da minha parte que não tinha visto o programa do Festival Todos, com a presença do pintor Júlio Pomar para contar as histórias por detrás dos quadros na sua Casa-museu. Foi mais um excelente encontro para desenhar e trocar impressões. 
Fiquei impressionado com os trabalhos dos anos 40 e ao mesmo tempo a juventude nos quadros da selva amazónica feitos nos anos 90. Um exemplo.





Comentários