Feira Quinhentista


Sábado fui conhecer a Feira Quinhentista de Coina. O foral da vila faz 500 anos e sempre uma oportunidade de recriar o ambiente histórico e ao mesmo tempo apresentar mais um evento que garanta uma boa distração para as populações. 
Sabia que a localidade teve importância histórica, mas fiquei a conhecer um pouco mais de uma terra que hoje conhecemos de passagem para quem vai ou vem do Barreiro.
Por ser o primeiro ano há sempre apontamentos para rectificar. O espaço da feira e o estacionamento são excelentes, mas falta um castelinho, tal como me dizia uma das tendeiras com quem falei e que havia feito a feira de Palmela na semana anterior. 
Fui de tarde e estava pouca gente e pouca animação, mas sei que são feiras que vivem mais dos visistantes à hora do jantar. Deu para assistir a uma luta de espadas. A minha filha estranhou aparecer uma mulher metida no grupo. Desenhei-a e ao Mestre. No fim mostrei-lhe e achou engraçada a observação da minha filha. "Lá em casa temos de nos defender". Mulher de Armas! Gostei e espero que seja melhor para o ano. Se fizerem.

Comentários

Miú disse…
Gosto muito do camelo – ou será um dromedário (parece só ter uma bossa)?
Em Braga há imensas feiras temáticas – romanas, medievais, etc. - mas a mim parece-me sempre que são pouco fiéis historicamente, eheh...