Para lá e para cá. No Tejo.


Num dia em que a carreira das 09h00 foi efectuada por um barco do Seixal (Transtejo) para a travessia Barreiro-Lisboa, a passageira à minha frente agarrava as malas por causa do balanço da ondulação em pleno Tejo. 


No barco das 18h20, vindo de Lisboa, uma senhora tricotava e restantes passageiros agarrados ao telemóvel. O desenhador presente nos 2 desenhos - apeteceu aparecer. Com este desenho terminei mais um caderno (A6 - Canson Artbook one).

Comentários

Miú disse…
Muito se consegue ler nas nucas das pessoas! Mas os teus desenhos deixam mistério no ar: quem serão? Para onde irão?...
Bom 2017, Henrique!
Henrique Vogado disse…
Muitas e boas estórias devem ter para contar. Por vezes tenho sorte de desenhar uma conversa animada. Um Bom Ano Miú!