Há mais desporto por estes dias sem ser o futebol.

Estamos em plena euforia da seleção nacional de futebol. Empatámos o primeiro jogo e não foi mau para a estreia. Gosto de ver bons jogos de futebol, mas tem sido uma seca a televisão a abusar de reportagens, equipas de jornalistas na África do Sul e para piorar, ver jogos ao som de buzinas. Nem dá para ouvir os cânticos ou mesmo a gritarem por golo, apenas aquele som contínuo.


No meio desta euforia, há uma excelente notícia para o Judo nacional. O judoca João Pina conquistou o ouro (categoria -73Kg) na Taça do Mundo, realizada no Campo pequeno em Lisboa. Como a prova decorreu no passado fim-de-semana, ficou abafada pelo Santo António e pelos jogos do Mundial de Futebol.


O Campeonato do Mundo consegue apagar todos os restantes desportos e até a vida política quase que se esvanece no meio do ruídos das vuvuzelas. Nada como fazer mudanças nos impostos nesta altura de anestesiamento nacional.
Ficam as fotos dos combates do João Pina e lembrar que há mais vida neste planeta de futebol. Só falta um mês.
 
Fotos daqui e mais dados na Federação Portuguesa de Judo.

Comentários

hfm disse…
Finalmente outro desporto! É que aqui para nós, e eu gosto de futebol, já não suporto ligar a tv e só ver futebol e ainda o apanhar qdo tento ver os telejornais que diria, agora, são inexistentes.

Um abraço
JASG disse…
O futebol consegue ser muito bonito, mas não é nos Mundiais.

Excepção ao Itália - Brasil do Mundial Espanha'82 ou o Inglaterra - Argentina (de Maradona, ainda com o fantasma das Falklands/Malvinas por perto) do México '86 e pouco mais.