Cerimónia na Sé de Lisboa


Esta sexta-feira, por curiosidade fiz um desvio matinal e passei pela Sé de Lisboa. Sabia que o dia estava marcado pela cerimónia de homenagem ao antigo Cardeal António Policarpo. Todo o cenário estava a ser preparado com carros de exteriores das televisões, desvio do trânsito, esperando uma grande afluência de pessoas na última despedida.
As portas abriam às 08h30. Eram 08h35 quando fiz este desenho. Fiquei ao pé de uma família de turistas estrangeiros que observavam o aparato. O desenho foi muito rápido e chamou-me mais a atenção do estandarte que encimava a entrada da Sé.
Ainda pude observar a saída de um padre cristão ortodoxo, que não passou sem apanhar com as entrevistas e câmeras de televisão. Havia ainda pouca gente e há que aproveitar quem passa para conseguir alguns minutos de noticiário.
Ainda tive oportunidade de passar lá pelas 18h30, quando saíam as pessoas da cerimónia. Representantes das forças militares, da política, das Igrejas e pessoas comuns desciam calmamente pela rua. Não desenhei mais, fiquei a observar o ambiente que sai fora da rotina habitual desta cidade.

Comentários