Mais uns minutos no Metro


Aproveitei uma página onde tinha desenhado o mais pequeno, que não está sossegado, seja em cafés ou restaurantes. Normal, começam a andar e querem "correr mundo".
Nessa página fiz um desenho em poucos minutos no cais do Metro do Marquês de Pombal. Desta vez o placard não mostrava os minutos até ao próximo comboio, mas calculo que tenham passado uns 2 ou 3 minutos. 
Estava cheio de calor de vir a andar na Feira do Livro e reparo numa mulher de camisa  de flanela "grunge", de botas e um grande anel em cima do telemóvel. Deu para terminar a arcada em frente enquanto as carruagens chiavam à nossa frente.

Ainda tenho de treinar mais os desenhos do pequeno que não pára quieto. Um desafio!

Comentários