Ai se eu te pego

1. Tá rolando um sucesso do Brasil "Ai se eu te pego". E pegou mesmo! Já o oiço em todo o lado e ainda não chegou o verão em Portugal. Antes os sucessos brasileiros chegavam só na estação seguinte ao nosso país, mas agora não dá para chegar atrasado com a Net. Até já a ouvi na creche da pequena.


Mas penso que chegou em boa altura. Adequa-se à relação entre as finanças e os contribuintes ou mesmo à vaga de constipações e gripes nos transportes públicos.
A canção é tão simples que até parece que não é nada, mas faz mexer os braços e a anca. Podem muitos odiar a canção (e há-de fartar a todos), mas pega bem de ouvido. No carnaval já se sabe que vai ser até gastar.

2. E passou mais um dia dos namorados com a normal corrida aos ramos de flores. E continuo sem entender se alguém compra os ursinhos, as almofadas em coração ou os diplomas para "melhor namorado/a do mundo". Todos os anos vejo à venda, mas nunca vejo ninguém a comprá-los. Mas se estão nas montras, vendem. Por mim, não sigo o dia, ofereço noutros dias. Tem de se ir namorando.

Comentários