Um Carnaval diferente


Terça de Carnaval a trabalhar. Não me lembro de me acontecer isto, mas não vejo qualquer problema. Há trabalho e o tempo está meio frio e molhado. O problema coloca-se quando vários serviços estão a meio gaz e não são assim tão poucas as pessoas que trabalharam hoje.
Assim, a ligação fluvial entre o Barreiro e Lisboa funcionou hoje com o horário de sábado. Em vez de barcos com 10m de intervalo, tivemos 30 minutos de espera entre cada viagem. Soube-me bem não pagar o estacionamento, mas já não pude entrar no barco que queria, por ter lotação esgotada. Paciência e mais meia-hora. Depressa a estação fluvial foi enchendo até fecharem a entrada por nova lotação completa bem antes da chegada de novo barco. Protestos, reclamações com os seguranças e logo algumas pessoas passaram por baixo e por cima dos torniquetes. É mais fácil quando são muitos a fazer. Alvoroço e comunicação com a empresa. Um barco extra para recolher o excesso de passageiros. Ao final da tarde, mais calmo e também muitas pessoas.
Portugal continua a andar em 2 velocidades. A falta de organização piora quando para uns, hoje foi sábado e para outros terça-feira. Por mim, o feriado continuava a existir. Não é por isto que perdemos competitividade com outros países. E quando os outros param para comemorar o dia do Armistício ou outras coisas, a produtividade cai?
Reflitam antes na baixa natalidade e no avanço de algumas tecnologias.
E hoje ainda é dia de Carnaval!

Comentários

Cris Grunfeld disse…
Achei seu blog ao acaso e adorei seus desenhos do cotidiano.
Eu, que peno pra fazer uma linha reta, me encantei com suas cores suaves e com cada traço.
JASG disse…
Atrasos nos transportes = mais tempo para desenhar
Henrique Vogado disse…
Olá Cris, agradeço os elogios ao blog. O desenho é uma forma de expressão, pode não saber desenhar bem, mas tudo começa com um traço. Recomendo que volte a experimentar.
Henrique Vogado disse…
Pois é JASG, essa é mesmo a grande vantagem dos atrasos nos transportes. E também o de surgirem estórias e diálogos mais engraçados.
Papiro papirus disse…
Henrique, adoro a expressão do traço destes desenhos.
É muito interessante aperceber-se da evolução dos teus traços desde aquele encontro dos Urban Sketchers onde nos conhecemos, que se iniciou no metro do Cais do Sodré até aquele parque/jardim de Telheiras :)
Muito interessante Parabéns!