Abstraído...


Neste dia fui de pé ao fundo do barco. O ambiente era quente e húmido e procurei ficar junto a uma janela e com o vento a passar por mim.
Nas cadeiras da frente um tipo bem corpulento jogava e ouvia música, completamente abstraído do que se passava. Movimentos bruscos de quem está a jogar e de vez em quando levantava a cabeça para ver se a viagem teria terminado.
Outra das maneiras de passar o tempo ao final da tarde entre Lisboa e o Barreiro. Eu gosto de ir a ler ou a observar as pessoas, o ambiente e aí sai algum traço no diário-gráfico.

Lisboa está repleta de turistas. Cheia mesmo. Uma cidade europeia com certeza!

Comentários