Os "calhambeques" no Barreiro

Para responder ao desafio desta semana dos Urban Sketchers Portugal, visitei a V Exposição do Automóvel Clássico do Barreiro. Veio mesmo a calhar. Aproveitei para ver com mais atenção o design e algumas curiosidades de carros que normalmente não vemos nas ruas. Desenhei os mais velhotes, um Ford e um Swift (não conhecia a marca) dos anos 20.





Estes dois seguintes foram os que eu mais gostei. O primeiro carregado com cestos, malas e até um caldeirão, preparado para as grandes viagens nas estradas de Portugal, décadas atrás. O segundo porque gostei do comentário de uma rapariga que falou do pesadelo que seria para o estacionar. O cadilac era mesmo bem comprido. 


Comentários

hfm disse…
Belo traço, Henrique. Eu não consigo fazer um carro de jeito! ehehw...
JASG disse…
Bem apanhado, mas vi-os sem cor no caderno (na foto do USkP) e prefiro-os assim. Sem cor. Dão-lhes maior expressividade. Parece realçar a antiguidade, a passagem do tempo. Minha opinião Henrique.
Henrique Vogado disse…
Helena, também estava com receio do que iria saír.

JASG, concordo que a côr lhes dá mais actualidade. Sem côr associo um pouco aos filmes da época e por isso se calhar parecem mesmo antigos. Mas foi um desafio para mim, não sabia muito bem o que sairía dali.
Peter of Pan disse…
Muito bons, os desenhos. Parece ser uma exposição interessante. Por falar em exposições, está para começar o Festival de BD da Amadora. Vais?!?
Henrique Vogado disse…
Peter of Pan, não sei se consigo ir este ano. Fui lá no ano passado e gostei dos stands na garagem do pavilhão.
Abre amanhã.
Já havia comentado no outro blog e comento aqui também!Belíssimos registros!