Passageiro curioso

As travessias diárias de barco têm sido propícias para desenhar outros ângulos e locais.
Tento captar mais as pessoas de pé, à espera ou na conversa e os movimentos são mesmo um desafio.


Ontem, enquanto desenhava mais uma pessoa, um homem que estava a ver o que eu fazia, quis falar comigo. Normalmente, as pessoas disfarçam que estão a espreitar, mas este estava bem descontraído.
Quando acabei, disse-me que estava bom e perguntou se eu fazia aquilo apenas no barco ou noutros locais. Tenho mais desenhos no barco, porque o tempo proporciona. Mostrei-lhe alguns do meu diário gráfico e disse que não tinha jeito nenhum para o desenho. Que ficava horrível. Continuava a achar engraçado o facto de o fazer ali.
Quando o barco atracou, despediu-se, apertámos a mão e deu-me os parabéns.

Gostei do comportamento dele. Quantas vezes não apetece perguntar à pessoa ao lado se o livro é bom ou pedir para ver o desenho. Ele soube esperar e saciou a curiosidade. Faltou incentivá-lo a experimentar desenhar de novo. Não dá para desistir logo à primeira.

Comentários

hfm disse…
Este convívio é uma das vantagens de desenhar.
JASG disse…
Mas que grande injecção de inspiração.

Excelente "flag" e bons desenhos com laivos de BD que o próprio traço proporciona.
wawos disse…
Complimenti bellissimo blog. Da oggi lo seguirò.

Mi piacciono molto anche i tuoi lavori e il tuo stile.

Grazie per aver visitato il mio blog.

Ciao.