O fim dos video clubes

Outro dia fui buscar um filme ao clube de vídeo. Chovia bem e não dava para uma saída à noite confortável. Assim, decidi ir ver o que havia nas estantes da loja.
Normalmente vejo os filmes que gosto no cinema, especialmente algum cinema mais alternativo que apenas se apanha em pequenas salas ou nos festivais.
Fui às estantes das novidades que não me agradaram. Nos mais antigos, os filmes não devem ter mais de 3 ou 4 anos. Foi difícil, mas lá levei um filme que no título original se chama "Forgetting Sarah Marshall " mas que em português se chama "Um belo par de... patins". A quem querem enganar... O filme é uma comédia diferente daquelas que têm este tipo de títulos. E não vale a pena escrever "rir às gargalhadas" como se usava nas capas de outros.
Enquanto esperava o DVD, reparei nos cestos com pipocas, batatas fritas, gomas, pastilhas e chocolates. A loja tem de sobreviver!
Lembrei-me dos anos 80, com a febre dos vídeo clubes e as corridas pelos melhores filmes em cassete VHS e alguns BETA.
Era um privilégio ser sócio dos melhores clubes. Inscrição com jóia e reservar o filme que fosse novidade. O Jurassic Parque quando saiu, ninguém o apanhava.
Outros tempos, hoje a campanha do Meo possibilita a escolha de filmes em casa e a um preço mais baixo. Qual a loja que vai aguentar. Nem mesmo os filmes eróticos ajudam, pois o Cabo tem alguns 4 ou 5 canais eróticos 24 horas por dia.
Tenho visto algumas lojas a fechar, especialmente aquelas pequenas de bairro.
Qual o futuro dos clubes de vídeo?
Pessoal sem Cabo? Vão sendo menos e mais velhos, perdendo o interesse pelos filmes e sem vontade de se deslocar.
Filmes Alternativos? Pouco público e muito diverso.
Algumas lojas dispõem de máquinas tipo multibanco para levantar filmes toda a noite. Uma solução para quem não consegue dormir.
Mas como as coisas são, assim como apareceram e tiraram pessoas das salas de cinema, agora é a televisão que as tira dos clube de vídeo.
Fui sócio de um clube de vídeo há uns anos em que as caixas dos filmes tinham cópias das capas originais, a colecção de filmes era basicamente de kung fu e as loucas academias de polícia e acabava sempre por levar um filme do 007. Vi toda a colecção do James Bond nesse clube de vídeo que fechou ainda nos anos 90.

Comentários

AnaMaria disse…
Historinha triste....